O meu corpo não é só uma instância ― Yola Pinto & Simão Costa

Agenda
event cover
  • Estúdios Victor Córdon
  • 19 fevereiro 2024 01 março 2024

  • Residências Artísticas
  • Info
A dupla de criadores, cujo trabalho parte da tradição das artes performativas e que cria espetáculos de música e dança em que a poética e por vezes a própria cenografia é deixada à fruição do público, está nos EVC a preparar um novo trabalho.

Artistas e público partilham um espaço cénico comum, que funciona em caleidoscópio espaciotemporal. Um espetáculo de dança, com músicos ao vivo, que vive da confluência entre a presencialidade dos corpos e as suas imagens projetadas, num largo espectro da curvatura do espaço-tempo a que chamaremos palco.

Em parceria com o videasta João Catarino, Yola Pinto e Simão Costa convidam vários artistas e público a partilhar um espaço heterotópico, sob um mesmo pano de fundo musical, que evoca uma atitude ritualística de estar em conjunto e em celebração. mato que nos remete a uma forte componente antropológica, acedendo à raiz; dar sentido a uma globalidade de perceções para criar uma ordem conjunta. Procura contrariar a ideia de um corpo apenas como receptáculo e/ou meio de transporte de um intelecto afeto a uma conjuntura exterior estanque, mas antes potencia uma ideia multidimensional de seres humanos inseridos num sistema de vários reflexos, seguindo várias possibilidades de (co)ordenação. Cruza inspirações das mais recentes pesquisas em neurociências (nomeadamente da literatura científica do neurocirurgião português, António Damásio), transduzidas para o modus operandi coreográfico e musical, assim como da filosofia, como é disso exemplo Frederico Campagna (in Da Técnica à Magia)

Aqui, a linguagem verbal, premissa basilar que permite catalogar uma visão unívoca do mundo, está em plano secundário, dando espaço a outras formas de perceção, vivência e experiência da realidade circundante, para falar do inefável poder do que está para além das palavras.

Ficha Técnica
Direção artística | Yola Pinto e Simão Costa
Piano, eletrónica, composição sonora | Simão Costa
Coreografia, dramaturgia | Yola Pinto
Vídeo mapping e conteúdos videográficos de grande escala | João Catarino
Assistência de direção e Técnico de som | Artur Pispalhas
Interpretação dança | Miguel Santos
Bateria/percussão | Marco Santos
Voz | Kate Smith
Dispositivo cénico | João Calixto, Sara Franqueira
Dreção técnica e desenho de luz | Cristóvão Cunha

Gestão de Projeto | Violeta Mandillo Produção | YPSC_transduction CoProdução | MUDAS_Museu de Arte Contemporânea da Madeira, Cineteatro Louletano, teatro Municipal de Bragança

  • Outros eventos

Este website utiliza cookies. Saber Mais.